terça-feira, 4 de abril de 2006

STARS COUNTER

cansei de olhar para as estrelas!
quero olhar para os olhos teus,
quero neles encontrar brilho,
quero neles extasiar-me e perder-me!
cansei de contar estrelas!
quero contar para as pessoas o quanto lhe amo,
quero lhe exibir para cada ser vivente,
quero mostrar ao mundo a razão do meu afeto...

silêncio! é noite...
uma, duas, três, quatro...

2 comentários:

  1. José Fernando4/4/06 01:14

    Há um texto que, creio, é quase um encontro:

    "Uma das características mais surpreendentes da alma humana, além do egoísmo individual, é a ausência geral de inveja que tem cada presente com relação a seu futuro.
    Nossa imagem de felicidade é totalmente marcada pela época que nos foi dado viver.
    A felicidade que nos causa inveja está toda, inteira, no ar que já respiramos, naqueles com os quais poderíamos ter conversado, naqueles que poderíamos ter amado.
    É quase um desejo de salvação.
    É como a imagem do passado, que a história abriga.
    O passado quer ser salvo.
    Pois não somos tocados por um sopro do ar que foi respirado antes?
    Não existe, nas vozes que escutamos, ecos das vozes que emudeceram?
    Não têm aquels que amamos irmãos que não chegaram a conhecer?
    Se é assim, existe um encontro secreto, marcado entre as gerações anteriores e a nossa.
    Alguém na terra está à nossa espera.
    Nesse caso, como a cada geração, foi-nos concedida uma frágil força de salvação para a qual o passado dirige um apelo.
    E esse apelo não pode ser rejeitado impunemente"

    (É um trecho de um texto do Walter Benjamin, sobre a idéia de história)

    ResponderExcluir