domingo, 30 de dezembro de 2007

INCÔMODO

o grito sem necessidade,
a saudade, a auto-piedade,
a injustiça e a impunidade,
o passar da idade,
dentro da cabeça: a tempestade,
não viver um amor de verdade,
a ausência de responsabilidade,
a petulância, o excesso de vaidade,
medíocridade, crise de identidade,
a falta de intensidade e reciprocidade...

Um comentário:

  1. Fábio Mráz1/1/08 21:22

    Desculpe-me novamente, mas essa poesia me chamou a atenção.
    Muito bom o que vc escreve!
    Parabéns novamente.

    ResponderExcluir