sexta-feira, 2 de março de 2007

DES-COMPENSADO

dois dias depois,
desisti dessa dor doida,
digeri dúvidas,
dividi dádivas
e dormi doente.
a dureza diferente
de dizer, descrente:
"deixe-me!..."
doeu deveras...

4 comentários:

  1. amigooo.não alimentes a dor que deveras sentes.

    vamos divulgar esse blog né.

    ResponderExcluir
  2. Belo!
    Admiro essa capacidade de colocar sentimentos nas palavras, e fazer das palavras uma arte e deixar ate a dor bonita. Continue sempre a escrever. Vc inspira!

    ResponderExcluir
  3. q lindo BB!
    esse não tinha visto....aliás, muitos nõa vi ainda..rs
    (qta gente diferente por aqui, non?)

    ResponderExcluir