sexta-feira, 26 de janeiro de 2007

NOVA MODA?

Engraçado!... De algum tempo para cá, tenho notado um fenômeno (talvez eu esteja sendo um pouco radical utilizando essa palavra) acontecendo no Orkut (sim, eu estou no Orkut!). Alguns conhecidos da minha imensa lista orkutiana, que antes estavam solteiros ou solteiras, arrumaram namorados ou namoradas. Até aí, nada estranho, afinal, é o andamento natural das coisas: pessoas solteiras, um dia, se apaixonam por alguém e, se esse alguém tiver um sentimento recíproco pelo ser humano por ele apaixonado, logo inicia-se um namoro.
Contudo, tenho notado que alguns seres humanos andam... como posso dizer?... talvez “pulando” fases importantes de um ciclo que seria deveras mais longo. Tá ficando confuso com tantas palavras rebuscadas? Vamos encurtar a história: as pessoas começam a namorar ontem e colocam em seus perfis que estão “casadas”!!
Gente! As pessoas estão casando de um dia para outro? É isso que está acontecendo? Por que se for, me avisem! Se for esse o caso, estou muito fora de moda!
Tá... falando sério agora. Na minha opinião, está acontecendo uma banalização de algo que, até pouco tempo atrás, era um passo muito importante na vida das pessoas! Até onde eu sabia, as pessoas namoravam porque o namoro é uma fase de conhecimento mútuo. É quando a gente descobre quem está com a gente (defeitos, qualidades, manias, etc.) para saber se existe compatibilidade, se a paixão se torna amor, e se esse amor perdura de verdade. Mas não... Esperar para que, não? O mundo está tão moderno e somos todos tão “cosmopolitos”, por que não pular logo essa fase e ir direto para o “casamento”! Sim, porque hoje em dia, basta estar morando juntos que o casamento se faz. Não é preciso nenhum tipo de cerimônia (religiosa ou simbólica). O importante é juntar logo os trapos, porque afinal de contas, da mesma maneira que casar é fácil, se não der certo, é só se “divorciar”!!
Bem, tudo isso, na verdade, é só para manifestar que eu, mesmo sendo um romântico inveterado super a favor do casamento, creio que o mundo está tomando rumos um tanto quanto questionáveis. É a velha história do "quem tem pressa come cru e quente"! Será que se continuarmos assim, amanhã, “eu te amo” não vai acabar sendo dito com a mesma facilidade como se diz “bom dia”? Só teremos essa resposta com o tempo... Enquanto isso, eu ainda prefiro continuar fora de moda. E quando eu disser “sim” para alguém que quiser casar comigo (depois de um considerável tempo de namoro!), desejo que seja para sempre. E você?

6 comentários:

  1. Uma vez eu ouvi que o problema é que "hoje todo mundo se adora na primeira, se ama na segunda e na terceira já fez um testimonial no orkut."

    Bad, bad server. ;P

    ResponderExcluir
  2. Todos os textos muitos bons..

    Um pouco de tom de humor e uma verdade daquelas tipo mentira que queremos acreditar rs*
    Nunca entrei em um site nem parecido com esse, não tenho costume e o orkut e fotolog já me consomem muitooo!! Mas foi em um fotolog q achei esse link e gostei muito, espero poder usar alguns no meu fotolog, publicando junto com eu nome claro. E só pra falar o q eu realmente vim falar aqui desse texto ... No meu orkut além da grande maioria não ter a sua foto sozinha e sim o casal ( individualidade pra que? ) Como se quisessem provar para todos que estão juntos e felizes, além de colocar no profile casados ( ? ) a quantidade de bebês que nasceram desses casamentos cibernéticos é assustadora!! Crescei e repoduzir, acho que a galera tá levando a sério demais. Algo como uma brincadeira, talvez pra colocar novas fotos no álbum.. No meu é assim, não sei se você concorda mas queria que você soubesse....
    Paz!
    se quiser fazer uma visita fique à vontade!
    http://ubbibr.fotolog.com/kaefixa/

    ResponderExcluir
  3. tamara chaves17/2/07 00:34

    "Eu te amo", só no altar, com um vestido tão imaculado quanto eu. Certo?
    Nada de banalizações. 'Eu te amo' já virou bom dia faz tempo "/.

    Muito obrigada! Me fez pensar bastante.

    ResponderExcluir
  4. Concordo contigo. Tudo hj está num ritmo tão acelerado q basta saber o nome para q tudo aconteça. Às vezes nem isso. O q era feito em etapas, meses, hj pode ser feito em dias. Acho tudo isso muito complicado e sinceramente me sinto bastante à parte dessas pessoas. Ainda sou um romântico tb e acredito em sexo com amor, casar com a pessoa certa e dar tempo ao tempo às coisas.
    Tb quero encontrar um grande amor e me casar só se for com alguém q eu ame e me ame de verdade. Será q eu consigo?
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Gato,
    as pessoas desejam tanto uma relação nesse mundo caótico para terem a impressão que não estão sozinhas que já pulam pra instituição sólida do casamento. Saí da prateleira e vc?!

    ResponderExcluir
  6. Continuando meu comentario anterior. Entao, concluindo, eu acho que a banalização existe sim, mas o tempo pode não importar muito. Alguns relacinamentos podem ser intensos e no entanto com duração menor, do que outros. Espero de coração que você conheça alguém legal logo logo. Lembre-se, o rádio pode sintonizar estações legais ou "chiadeira" , de qualquer forma precisa estar "ligado" pra isso. Beijos e parabéns pela corage em mostrar seus sentimentos pra gente. Robson (São Jose dos Campos)

    ResponderExcluir